terça-feira, 21 de junho de 2011

A arte do engodo

Fábio Bello e seu diploma de suplente
Foto: Sérgio Takamune
Encaminharam-me um e-mail com uma sugestão de pauta. "Fábio Bello é diplomado suplente de Deputado Estadual". Nas fotos,  nosso ex-prefeito, orgulhoso, empunha o tal diploma.

Como ibiunense, conheço Fábio Bello e, como jornalista que trabalhou em Piedade, sei quem é Sérgio "Galinha" Takamune - o autor do e-mail que propaga a diplomação de Fábio.

Baseado nesse conhecimento, arrisco dizer: a população que se cuide, pois vem história de pescador por aí.


Quem é quem
Bello já é figura carimbada: ex-prefeito, governou Ibiúna por oito anos. Sua administração foi marcada por polêmicas e supostos episódios de corrupção como o "Caso Oikos", a "Máfia das Sanguessugas" e outros. Candidato a uma vaga como Deputado Estadual, foi derrotado.

 
Takamune: dinheiro para apoiar ex-prefeito
Foto: Facebook
 Sérgio Takamune, o "Galinha", é o pena de aluguel mais conhecido de Piedade, Tapiraí e adjacências. Responsável pelo infeliz Jornal Terra, orbita em torno de políticos controversos, porém,  dispostos a abrir a carteira.

Na última ocasião em que conversamos, confidenciou-me que recebia dinheiro para defender a administração do ex-prefeito de Piedade, José Tadeu de Resende. Ele falou, eu gravei e, depois, publiquei. Foi um rolo danado! 

Diante disso, eis o que temos como fonte de informação: um ex-prefeito que responde a inúmeros processos e um dono de jornal que assume receber dinheiro para defender quaisquer interesses. Dá para confiar numa dupla dessas?

Senta que lá vem a história
Podem apostar: nos próximos dias Ibiúna será infestada por informações imprecisas, que muito provavelmente não passam de meias-verdades, sobre a situação eleitoral de Fábio Bello. O texto enviado por Takamune dá mostras do que vem por aí.

Em determinado ponto lê-se que Fábio teria "grandes chances" de assumir como deputado ainda neste ano. Como assim?? Assumir como? Por que? O titular pensa em renunciar? Será cassado? Há algum tipo de acordo? Afinal, ele é suplente em qual posição? 1º suplente, 2º, 7º suplente??

Não há explicações. Aliás, se tentarem fazer isso, complicam-se todos.

Os fatos reais
Fábio Bello, realmente, foi diplomado. Até aí não há surpresa, dada a quantidade de votos recebidos por ele. Isso, entretanto, só foi possível devido à mudança na Lei Ficha Limpa.

Fábio foi barrado pela Ficha Limpa
Foto: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Ibiúna
Mas, que o eleitor não se engane: muitos dos que foram barrados no ano passado serão impedidos de concorrer em 2012. A lei não foi extinta, mas, somente, postergada. Logo, a diplomação de Fábio não pode - de forma alguma - ser interpretada como um  desimpedimento definitivo.



Contas rejeitadas
Em 2010, a Câmara Municipal de Ibiúna tomou uma decisão histórica e rejeitou as contas de Fábio Bello, referentes a 2007.
 
 Receoso de perder os direitos políticos, Fábio recorreu. Porém, não sem antes alardear - no jornal de Sérgio Takamune, inclusive - que a atitude da Câmara não prejudicava sua candidatura a deputado.

Na ocasião, mais uma vez, a população foi obrigada a engolir um embuste, vide que a Lei Ficha Limpa leva em consideração a decisão de órgãos colegiados.

 Recurso indeferido
Há algumas semanas, o ex-prefeito recebeu um golpe pesado, com reflexos diretos nas eleições de 2012. Seu pedido de recurso foi indeferido pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. O argumento de que os vereadores reprovaram contas que já tinham o aval do Tribunal de Contas do Estado foi rechaçado pelos desembargadores.

A Justiça apontou que os tribunais atuam como órgãos auxiliares, de forma que o parecer dessas instituições é meramente opinativo e NUNCA vinculativo.

Bello, durante sessão da Câmara
Foto: AICMI
Chega a ser hilário pensar que somente uma dupla como Bello & Takamune poderia se julgar tão "esperta", a ponto de negar aos quatro ventos que a decisão da Câmara é soberana ao TC.

Fora da disputa?
Com o recurso negado, Bello, novamente, tem os direitos políticos ameaçados. Na atual situação, ele não consegue ser candidato a nada.

Sem outra saída, o ex-prefeito junta-se a Takamune na árdua tarefa de oferecer meias-verdades à opinião pública. Porém, falta a eles o senso, a constatação do óbvio: "Pode ser possível enganar a muitos, mas, nunca o tempo todo".  

11 comentários:

  1. BOA BRUNÃO!!!!!!!!!!!!!
    ESSE SUJEITO ACHA QUE O POVO É TROXA. TROXA É QUEM VOTA NUM CARA QUE AFUNDOU A CIDADE E QUER ENGANAR OS BOBOCAS. FÁBIO BELLO NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAIS!
    NUNCA MAISSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS!!!!!

    ResponderExcluir
  2. O que me faz mais ainda admirar o jornalismo sagaz e inteligente do grande amigo Bruno Machado não só são as convicções políticas, que muito nos assemelhamos, mas também a forma com que disseca cada matéria e esmiúça as verdades temidas por eloquentes assassinos da moral e dos bons costumes, achando que estão acima do bem e do mal, se comprando a deuses do olimpo... Parabéns pela matéria.

    ResponderExcluir
  3. Mandou muito bem, Bruno. Vc tem o dom das palavras para expor as verdades que muitos querem esconder.Esse Fábio Bello foi o pior prefeito que Ibiúna já teve pois acabou com a cidade em dois mandatos de prefeito.Depois ainda tentou atrapalhar o saudoso Cel.Darcy de tudo que foi jeito.Esse homem não merecia nem que a população olhasse na cara dele!
    Parabéns Bruno por não ter medo de falar o que é certo. Vc é o único jornalista de Ibiúna em que dá pra confiar.

    ResponderExcluir
  4. Aqui no meu bairro (Ressaca) já tavam falando dessa diplomação do Fábio.

    ResponderExcluir
  5. PRA ESCREVER TEM QUE PROVAR, BRUNÃO!!!
    E QUEM JULGA É A JUSTIÇA!!!

    ResponderExcluir
  6. Repito: provar o quê, amigão?Provar o que? Mais do que foi provado? Mais do que a confissão, gravada, do Galinha? Mais do que a constatação óbvia de que o Fábio só foi diplomado porque a Ficha Limpa caiu? Mais do que a falta de garantias de que ele pode assumir uma cadeira na assembléia ainda este ano?

    Você, aliás, deve ser o mesmo anônimo que tem postado ameaças a mim e à minha família.

    Nesse caso, quem carece provas que fundamentem os absurdos falados é você, colega.

    ResponderExcluir
  7. Bruno vc é um cara q se acha inteligente LEIA A CONSTITUIÇÃO!!!!antes de falar.

    ResponderExcluir
  8. Sim, anônimo, a Constituição...a mesma Constituição que me garante a livre expressão e a crítica a agentes públicos.

    Caso você se refira às ressalvas em relação a gravações, enquanto provas, ressalto que a conversa devidamente registrada com Takamune foi, apenas, a Ponta do Iceberg no que diz respeito ao Caso Galinha. O sujeito foi tão amador que deixou uma porção de PROVAS de que recebia para fazer o que fez...

    Grande abraço e obrigado pela audiência. Continue a acompanhar o Panorama.

    ResponderExcluir
  9. não Bruno a constituição q eu digo é sobre as contas do Fábio Bello q foram rejeitadas pelos vereadores não pelo TC que deu favoravél por unanimidade.A diplomação saiu pela vitória no tribunal em dezembro não pela ficha limpa!

    um dia eu me apresento para vc ....

    ResponderExcluir
  10. Olha a vagabundagem dando as caras, tentando aplicar o engodo (novidade) nos leitores do Panorama...

    Vêm falar em vitória no tribunal, sendo que o TJSP rechaçou o recurso apresentado.

    Realmente, a Câmara rejeitou as contas, mas o TC não. Porém, quem é soberano? A Câmara. Repito: o TC é meramente opinativo.

    E quanto à diplomação (só possível devido à queda do Ficha Limpa, sim), quem a contestou? Eu é que não fui. Aliás, parabéns ao Fábio "7º Suplente" Bello pelo "diproma".

    ResponderExcluir
  11. BOM ESSE BLOG E PARABÉNS BRU ADMIRO SEU TRABALHO HONESTO ATÉ ONDE SEI.

    ResponderExcluir

Seu comentário foi enviado e, em breve, será publicado.